colírio

Boa alimentação é um dos fatores importantes para manter a saúde ocular

Eles são a janela da alma, segundo o dito popular. E, se é assim, é preciso que os olhos estejam bem abertos para um assunto muito importante: a prudência com eles. Essa atenção especial deve ser observada diariamente e pode determinar até o que ingerimos. Isso porque uma boa alimentação tem um papel importante para manter bem essa parte do corpo.

É o caso, por exemplo, da vitamina A (pode ser encontrada em produtos como a cenoura, o espinafre e a couve), que cumpre um papel significativo nesse sentido. Conforme explica Luis Felipe Carneiro, oftalmologista e professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), ela atua como uma espécie de combustível para as células. Além disso, a carência de vitamina pode causar, inclusive, cegueira noturna.

Mas esse hábito alimentar está longe de ser suficiente para garantir a boa qualidade da visão. Muitas atitudes devem ser observadas no dia a dia. Uma delas, inclusive, diz respeito ao fato de os olhos estarem sempre ao alcance das mãos – o que pode gerar problemas. Por isso, é bom pensar bem antes de coçá-los. “Isso é imperdoável”, pondera Carneiro. “Essa prática pode, inclusive, ocasionar um ceratocone” – doença que tem como uma de suas características o afinamento da córnea e pode resultar na perda da visão.

Desse modo, o próprio ato de colocar as mãos nos olhos, até mesmo por uma espécie de mania, deve ser evitado. Conforme destaca Izabela Godinho, oftalmologista do Instituto de Olhos de Belo Horizonte (IOBH), isso pode levar bactérias para dentro deles, prejudicando-os.

Individualidade. Outra coisa a se pensar quando se fala em saúde dos olhos é o entendimento de que uma solução que é dada para uma pessoa não serve necessariamente para outra. Por isso, nada de pegar emprestados óculos, lentes ou colírios. “A lente de contato é de uso individual. Além disso, há aqueles que acham que os colírios são todos iguais, mas muitos possuem funções diferentes. Por isso, usar um tipo de produto que foi receitado para outra pessoa pode ser prejudicial”, pondera Carneiro.

Conforme ressalta Izabela, os óculos também devem estar de acordo com o que foi designado para a própria pessoa, devendo apresentar o grau correto. “Caso contrário, os indivíduos podem apresentar certos tipos de problemas, como dores de cabeça ou tontura”, diz.

E, se o assunto é individualidade, ela também se faz presente na hora de marcar consultas. Conforme especialistas destacam, não há, definidamente, um tempo certo entre uma visita ao médico e outra, podendo variar de acordo com a necessidade de cada paciente. No entanto, também não dá para ir ao oftalmologista só quando se percebe que não se está enxergando bem ou quando as lentes ficaram fracas. Uma pessoa aparentemente saudável, por exemplo, deve verificar os olhos uma vez ao ano. “Assim, são feitos exames que podem determinar precocemente alguma alteração”, finaliza Izabela.

Mudanças que geram bons frutos

Se muitos cultivam hábitos nocivos por alguns anos, há pessoas que mostram que sempre há como modificá-los.Camila Fernandes, 28, professora de educação física, sabe bem disso. Ela, que quando mais nova não se preocupava com a alimentação, hoje defende a importância de focar aquilo que faz bem para a saúde. No cardápio dela, por exemplo, há produtos que contam com a vitamina A e que fazem bem para os olhos. “É possível se cuidar sem grandes sacrifícios”, ressalta. “Atualmente, inclusive, até incentivo outras pessoas a fazerem o mesmo”, diz.

Izabela Salgado, 29, engenheira química, também está sempre focando a alimentação como forma de preservar a boa saúde, preocupando-se constantemente com os olhos. “Hoje em dia, temos muitas informações a respeito desse assunto”, destaca. Além disso, ela se preocupa em ir ao oftalmologista uma vez por ano e ressalta a importância de as pessoas cuidarem-se bem. (JS)

Fonte ( O Tempo )

 

 

Categories: Uncategorized

Comentários no Facebook

  • Deixe seu comentário

    Nome (*)

    E-mail (*)

    Fone (*)

    Assunto

    Sua mensagem