cuidado_olhosMuitas pessoas, ao saírem de férias acabam deixando de lado além das obrigações do dia a dia o cuidado com a saúde e, principalmente o hábito de cuidar dos olhos. E isso é bastante perceptível na vida das crianças que, na maioria dos casos, passam as férias de julho sem a presença dos pais.

Com isso, neste período ocorre um aumento de crianças que ficam com problemas na vista e isso está relacionado a devidos fatores que serão destacados abaixo.

Devido ao grande número de crianças juntas em um determinado local e o não rendimento da limpeza desses locais devido a sua grande utilização, é comum que as crianças sejam contaminadas por doenças que afetam a visão. Em alguns playgrounds a falta de limpeza constante da areia acaba levando a criança ao contato com bactérias presentes nas fezes e urinas dos animais, já que elas colocam a mão na areia e acabam passando nos olhos.

Outra situação que pode ser prejudicial aos olhos é quando as crianças entram em contato com as piscinas de hotéis, clubes ou até mesmo nos condomínios onde moram já que, para manter a água limpa, acabam colocando cloro em excesso.

A falta do uso de óculos escuros, tem sido outro fator bastante prejudicial, já que muitas pessoas acham que o sol, por estar no inverno não queima tanto quanto no verão. Porém, mesmo em dias nublados estamos submetidos a grande intensidade de raios ultravioletas (UV) e os danos causados por esta submersão vão sendo acumulados até causarem uma queimadura na córnea, além de outras doenças.

Porém grande parte dos acidentes que afetam a visão estão dentro de casa, quando as crianças resolvem brincar com desodorantes aerossol e acabam causando irritação nos olhos que podem ocasionar ferimentos no globo ocular e queimaduras químicas.

Vale salientar que a doença que é mais propagada durante o inverno é a conjuntivite já que existem uma tendência muito grande das pessoas estarem juntas em um mesmo ambiente fechado. E acabam adquirindo o vírus pelo ar ou através do contato das mãos com objetos contaminados e acabam passando nos olhos.

 

Cuidados que ajudam a evitar a propagação da conjuntivite:

– A pessoa que esteja contaminada com o vírus deve procurar se afastar do seu convívio social, só saindo de casa para algo necessário como ir ao médico.

-Já as pessoas que não estão contaminadas devem procurar se distanciar o máximo de ambientes fechados onde se tenha um grande número de pessoas.

– Além de manter as mãos e o rosto limpos sempre que puder, deve-se evitar o uso de medicamentos sem a prescrição médica. E, caso esteja com algum sintoma, deverá procurar um médico para que ele o examine.

 

 

  • Deixe seu comentário

    Nome (*)

    E-mail (*)

    Fone (*)

    Assunto

    Sua mensagem